Navegue:
Cosan anuncia proposta por porto e criação de joint venture

Cosan anuncia proposta por porto e criação de joint venture

Essa operação faz parte de uma nova estratégia de investimentos pela Cosan, que utilizará recursos próprios e, eventualmente, também de terceiros

Cosan (Divulgação)
Por:

Compartilhe:

Por:

A Cosan comunicou na última segunda-feira, 23, que fechou uma proposta vinculante para a aquisição de 100% das operações do porto de São Luís, no Maranhão, por R$ 720 milhões.

De acordo com o documento entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na véspera, a celebração do acordo ocorreu por meio da Atlântico Participações, sua controlada, com o grupo China Communications Construction Company Limited (CCCC), acionista controlador do porto, e com os demais acionistas minoritários.

Essa operação faz parte de uma nova estratégia de investimentos pela Cosan, que utilizará recursos próprios e, eventualmente, também de terceiros. Para isso, a companhia decidiu começar pelo segmento de mineração e logística.

Contudo, a compra ainda está sujeita ao cumprimento de condições precedentes, o que inclui aprovações de autoridades chinesas.

Joint Venture

No mesmo documento, a Cosan informou que fechou um acordo com o Grupo Paulo Brito, controlador da Aura Minerals (AURA33), para a formação de uma joint venture para exploração de minério de ferro, que deverá ser ecoado pelo porto. A parceria também ocorreu por meio da Atlântico.

O memorando prevê que a sua subsidiária deterá 37% do capital total e controle compartilhado da nova companhia, com 50% das ações ordinárias.

“A Cosan ingressa com um parceiro estratégico em um novo ramo de negócios, contribuindo sua expertise logística portuária e de gestão”, destacou a empresa em nota.

A nova companhia, comandada por Juarez Saliba de Avelar (CEO), será a JV Mineração, uma empresa integrada de mineração e logística. Ela possuirá, além do porto, direitos de exploração de ativos minerários em três projetos minerais localizados no Pará, com potencial importante de reservas de minério de ferro.

Com início de operação previsto para 2025, o primeiro projeto mineral a ser explorado pela JV Mineração está localizado próximo a Paraupebas (PA), na região de Carajás.

Compartilhe: