Navegue:
BB DTVM lança primeiro ETF de Agronegócio (AGRI11) na B3

BB DTVM lança primeiro ETF de Agronegócio (AGRI11) na B3

Fundo seguirá o índice de ações recém-lançado pela B3 com foco no setor de agronegócio, o IAGRO B3

Plantação agronegócio para ilustra ETF AGRI 11

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

Estreou nesta terça-feira (24) na B3 o primeiro fundo de índice listado na B3 (ETF, ou Exchange-Traded Fund) voltado para as empresas de agronegócio, o BB ETF IAGRO-FFS (AGRI11).

O novo ETF foi lançado pela gestora do Banco do Brasil, BB DTVM, e segue o índice de ações recém-lançado pela Bolsa com foco no setor de agronegócio, o Índice Agro Free Float Setorial (IAGRO B3). O ETF tem uma taxa de administração de 0,35% ao ano.

O índice IAGRO é composto por ações de 32 companhias classificadas como parte da cadeia do agronegócio, que engloba atividades diretas e indiretas nesse mercado: setor primário, insumos, agroindústria e agrosserviços. Entre os papéis com maior peso no índice estão JBS (JBSS3), Suzano (SUZB3), Ambev (ABEV3), Cosan (CSAN3) e Klabin (KLBN11).“Com a criação do IAGRO B3 e agora a listagem do primeiro ETF atrelado a ele, a B3 toma mais uma iniciativa para impulsionar o agronegócio, conectando o setor e os investidores a produtos e serviços financeiros que protegem e financiam o crescimento de todo o setor”, diz Gilson Finkelsztain, CEO da B3, em comunicado à imprensa.Em 2021, o setor do agronegócio alcançou a participação de 27,4% do PIB brasileiro, a maior desde 2004, conforme dados do Cepea/CNA.“A importância do setor se traduz em seus números e tem crescido ainda mais no cenário atual. Lançamos o AGRI11, em parceria com a B3, para ser um importante instrumento de diversificação, permitindo que todos os investidores, de maneira simples, possam participar do potencial de geração de riquezas pelo setor”, afirma Aroldo Medeiros, diretor-presidente da BB DTVM, em comunicado.Em 2021, a BB DTVM  lançou o fundo de ações ligado à temática agro, o BB Ações Agro, com patrimônio atual de R$ 470 milhões.

Mais recentemente, lançou um Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais, o BB FIAGRO – BBGO11, que captou mais de R$ 400 milhões.

Em seu portfólio, a BB DTVM disponibiliza ainda o BB ETF S&P Dividendos Brasil (BBSD11), lançado em 2014 e o BB ETF Ibovespa (BBOV11), lançado em 2020.

 

Compartilhe:

Compartilhe: