Navegue:
Anima (ANIM3) registra prejuízo no 1º trimestre, mas aquisições fazem receita dobrar

Anima (ANIM3) registra prejuízo no 1º trimestre, mas aquisições fazem receita dobrar

Receita da Anima mais que dobra no primeiro trimestre, mas despesas relacionadas a dívida e aquisições pesam sobre resultados

Anima educacao divulgacao

Foto: Divulgação / Anima

Por:

Compartilhe:

Por:

A Anima (ANIM3) registrou prejuízo de R$ 83,4 milhões no primeiro trimestre, após lucro no mesmo período do ano passado. O resultado foi pressionado por um aumento nas despesas financeiras da empresa, que ofuscaram o forte crescimento da receita líquida no início de 2022.

A Anima perdeu R$ 275 milhões com operações financeiras no primeiro trimestre, ou oito vezes mais do que havia perdido um ano antes.

Isso porque a dívida da empresa está maior, como resultado de empréstimos tomados para fazer aquisições, e a taxa básica de juros aumentou. Esta combinação aumenta as despesas da empresa precisa com o carregamento da própria dívida.

Além disso, a Anima também registrou perdas de R$ 143,6 milhões com a redução do valor de alguns de seus ativos. Este resultado é três vezes mais negativo do que o observado no primeiro trimestre de 2021, e está relacionado, em parte, às aquisições feitas pela Anima.

Essas aquisições, no entanto, também trouxeram algumas boas notícias para os resultados.

A receita líquida do primeiro trimestre cresceu 2,2 vezes, para R$ 902 milhões. A expansão foi decorrente da expansão de 2,4 vezes na base de alunos por causa das empresas que passaram a fazer parte da Anima – com destaque para o crescimento no segmento de graduação.

gráfico com captação de alunos pela Anima
Fonte: Anima

Além disso, houve aumento no preço médio da mensalidade que os alunos pagam pelos cursos presenciais – de 12%, para R$ 1.074.

“Analisando o ticket médio líquido orgânico, registramos um valor de R$1.126, evolução de 17,3% em relação ao primeiro trimestre de 2021, movimento em linha com o observado ao longo dos últimos anos e reforçado pelo aumento de relevância da medicina, ratificando nossa estratégia de incremento de ticket e posicionamento de qualidade superior de nossas marcas”, afirmou a empresa em um relatório com os resultados.

O preço médio da mensalidade incluindo os cursos de ensino a distância, que ganharam participação na receita por causa das aquisições feitas pela Anima, caiu 9,9% no primeiro trimestre em relação ao início de 2021, para R$ 865.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Anima aumentou 2,5 vezes no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2021, para R$ 333 milhões.

Compartilhe:

Compartilhe: