Navegue:
Minério de ferro despenca após órgão chinês emitir alerta sobre preços, diz jornal

Minério de ferro despenca após órgão chinês emitir alerta sobre preços, diz jornal

Desde o preço recorde de 1.358 iunes, o minério de ferro em Dalian já caiu mais de 20%

Minério de ferro (Unsplash)
Por:

Compartilhe:

Por:

Os futuros de minério de ferro despencaram no continente asiático nesta segunda-feira, 24. Segundo a Reuters, a queda se deve após o órgão de planejamento estatal chinês ter alertado sobre manipulações de preços de commodities com a promessa de agir para conter negociações especulativas.

Por conta disso, o contrato mais negociado do minério de ferro na Bolsa de Commodities de Dalian, com vencimento em setembro, encerrou a sessão diurna com queda de 5,2%, cotado a 1.064 iunes (cerca de US$ 165,46) por tonelada. Ainda no pregão desta segunda, o contrato chegou a tocar 1.016 iunes, o nível mais fraco desde 15 de abril.

Desde o preço recorde de 1.358 iunes, em 12 de maio, quando restrições ambientais mais severas sobre a produção siderúrgica na China impulsionaram um rali nos preços do aço, o minério de ferro em Dalian já caiu mais de 20%.

Enquanto isso, na Bolsa de Cingapura, o contrato de minério de ferro apresentou uma retração de 7,5%, para US$ 177,35 por tonelada. Esse é o menor nível desde 30 de abril.

Os preços do aço e outras matérias-primas também caíram. O vergalhão de aço da Bolsa de Xangai recuou 3,6% no pregão.

Durante uma reunião realizada no último domingo, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China pediu junto com outras agências do governo que as principais empresas de commodities não aumentem os preços dos produtos.

Foto: Unsplash

Compartilhe: