Navegue:
BCE anuncia redução nas compras de ativos e eleva projeção para inflação

BCE anuncia redução nas compras de ativos e eleva projeção para inflação

Para este ano, a autarquia monetária espera uma inflação de 2,2%, acima da meta de 2% estipulada e da projeção anterior de 1,9%

Banco Central Europeu BCE divulgacao

Foto: BCE/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

Banco Central Europeu (BCE) anunciou nesta quinta-feira, 09, que reduzirá ligeiramente o ritmo de aquisição líquida de ativos do programa de compra emergencial da pandemia (PEPP, na sigla em inglês) em relação aos dois trimestres anteriores. 

Nos seis meses anteriores, a autarquia monetária manteve um ritmo de compra de 80 bilhões de euros. 

As aquisições serão feitas de forma flexível de acordo com as condições de mercado para evitar um crescimento da restritividade das condições de financiamento. 

A respeito da inflação, apesar de o indicador ter chegado a 3% em agosto e estar acima da meta estipulada pelo BCE, de 2% ao ano, a presidente do BCE, Christine Lagarde, afirmou que o aumento atual será provisório. 

A projeção para o indicador passou para uma média de 2,2% em 2021, contra a taxa de 1,9% estimada em junho. 

Já para 2022, a porcentagem foi revisada de 1,5% em junho para 1,7%. Para 2023, espera-se uma taxa de 1,5%, contra 1,4%. 

“Estamos preparados para ajustar todos os nossos instrumentos, consoante apropriado, a fim de assegurar que a inflação estabiliza no nosso objetivo de 2% no médio prazo”, disse Lagarde. 

O Conselho do banco ainda espera que as taxas de juros diretoras permaneçam nos níveis atuais ou em níveis inferiores até observar que a inflação retorne à meta de 2%. 

Confira aqui o comunicado de política monetária do BCE na íntegra. 

Compartilhe: