Navegue:
Méliuz (CASH3) encerra parceria de cartão de crédito com Banco Pan (BPAN4)

Méliuz (CASH3) encerra parceria de cartão de crédito com Banco Pan (BPAN4)

Mudança ocorre em linha com o lançamento do cartão próprio da companhia

Méliuz - foto da B3/divulgação

Foto: B3/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

A startup de cashback Méliuz assinou na manhã desta quinta-feira, 19, o distrato do contrato referente à emissão do cartão de crédito co-branded em parceria com o Banco Pan.

O acordo, que teve início em março de 2019, foi o primeiro passo da companhia na vertical de serviços financeiros e obteve mais de 7 milhões de solicitações de cartão nesse período.

Em nota, a empresa destacou que o cartão vai continuar operacional apenas para os usuários que já o possuem e que, a partir de hoje, não serão emitidos novos cartões. A mudança ocorre em linha com o lançamento do cartão próprio da companhia.

A Méliuz complementou que os seus usuários poderão contar com um novo cartão de crédito digital first a partir de janeiro do ano que vem, que terá cashback e sem anuidade.

“Além disso, a companhia passará a oferecer uma conta digital gratuita, novas funcionalidades como pagamento via PIX e a possibilidade de comprar e vender criptomoedas com direito a criptoback”, destacou.

Recomendação de compra

Ontem, o Bank of America (BofA) elevou a recomendação para as ações da Méliuz (CASH3) de “neutra” para “compra”. Ao mesmo tempo, diante da piora do cenário macro, o preço-alvo foi reduzido de R$ 9,00 para R$ 7,20, o que sugere um potencial de valorização de 93,5% em relação ao preço de fechamento de quarta-feira (R$ 3,72).

A equipe de análise do banco vê a empresa mais fortalecida hoje, com dados favoráveis de seu histórico de execução e com as aquisições anunciadas, assim como os talentos agregados ao time. O BofA ainda destaca que a Méliuz se moveu na direção certa ao lançar o próprio cartão.

Por conta disso, os papéis da startup lideraram as maiores altas de ontem do Ibovespa, com valorização acima de 10%. Hoje, os papéis apresentam leve queda de 0,98%, negociados a R$ 4,06, por volta das 11h40. Acompanhe a cotação em tempo real pelo TradeMap.

Os ativos do Banco Pan (BPAN4), por outro lado, subiam 3,75%, a R$ 12,17, no mesmo horário, e acumulam ganhos de 33% nos últimos 12 meses.

Compartilhe:

Compartilhe: