Navegue:
GOL (GOLL4) fecha financiamento de US$ 600 milhões para novas aeronaves

GOL (GOLL4) fecha financiamento de US$ 600 milhões para novas aeronaves

Acordo ajuda empresa a aumentar participação do Boeing 737 MAX 8 em sua frota

Avião com o logo da Gol
Por:

Compartilhe:

Por:

A Gol Linhas Aéreas (GOLL4) obteve um financiamento de US$ 600 milhões junto à empresa britânica Castlelake LP para a compra de aviões Boeing 737 MAX 8. A empresa prevê a entrega de 12 aeronaves do tipo a partir deste mês e disse que isto acelerará sua estratégia de possuir metade dos aviões que usa sob arrendamentos financeiros até 2026.

O Boeing MAX também é um componente chave na meta da Gol para atingir a neutralidade de carbono até 2050, já que consome 15% menos combustível, produz 16% menos emissões de carbono e 40% menos ruído, e possui maior alcance de voo do que o modelo Boeing 737 NG usado pela companhia.

A Gol espera devolver até 18 aeronaves do tipo 737 NG em 2022, e um total de 34 aeronaves do tipo NG até o final de 2025.

O financiamento contratado pela Gol diz respeito a 10 operações de arrendamentos simples e 2 acordos de venda com arrendamento posterior. No caso dos arrendamentos simples, a taxa de juros é de aproximadamente 6% ao ano, o que representa redução nos custos quando comparado com as atuais aeronaves companhia, segundo a Gol.

A empresa também afirma que os recursos originados pela transação cobrirão 100% do custo de aquisição das novas aeronaves e trazem recursos adicionais que usados para pagar custos de devolução das aeronaves 737 NG da GOL.

No terceiro trimestre de 2021, a GOL firmou contratos para adquirir 26 aeronaves adicionais do tipo MAX 8. Atualmente, aguarda a entrega de 102 aviões Boeing 737 MAX.

Por volta das 11h55 (de Brasília), as ações da Gol (GOLL4) caíam 3,46%, para R$ 16,47, pressionada principalmente por notícias sobre o crescimento praticamente ininterrupto de casos de Covid-19 no Brasil, que pode prejudicar o deslocamento de pessoas em viagens aéreas.

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: