Navegue:
Conta de luz: Aneel aprova reajuste médio de 9,44% nas tarifas da Enel SP

Conta de luz: Aneel aprova reajuste médio de 9,44% nas tarifas da Enel SP

Para os consumidores residenciais, o impacto médio será de 11,4%. Os novos valores entrarão em vigor no dia 04 de julho

Por:

Compartilhe:

Por:

A conta de luz passará por um aumento médio de 9,44% a partir do próximo domingo, 04, devido aos reajustes das tarifas da Enel Distribuição São Paulo aprovados na última terça-feira, 29, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Para os consumidores atendidos em baixa tensão, como os comerciais, o impacto médio será de 11,38%.  

Já para os consumidores residenciais, que estão dentro do grupo de baixa tensão, o reajuste médio será de 11,4%. 

Enquanto isso, os de alta tensão, tais como indústrias, sofrerão um efeito médio menor, de 3,67%.   

O reajuste sofreu efeitos de encargos setoriais, da compra de energia e dos impactos do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) sobre parte dos custos da empresa. 

A Enel atende aproximadamente 7,4 milhões de unidades consumidoras em São Paulo. 

Esta alta acontece após a Aneel decidir aumentar as bandeiras tarifárias, cobranças extras na conta de luz devido ao crescimento do custo de produção da energia. 

Por conta da falta de chuvas, o Brasil atualmente vive sua maior crise hídrica em 91 anos, de acordo com Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia.  

Desse modo, o país depende das termelétricas, que geram uma energia mais cara.  

Com os reajustes aprovados, a bandeira vermelha patamar 2 subiu 52%, passando a custar R$ 9,492 por cada 100 kWh a partir de julho.  

 Foto: Getty Images

Compartilhe: