Resultado trimestral: TIM e outras companhias

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
TIM (TIMP3)

A TIM Participações registrou lucro líquido de R$ 687 milhões no terceiro trimestre deste ano, cifra 48,5% inferior no comparativo anual, quando havia reportado R$ 1,33 bilhão. O resultado baixo se deve a uma distorção na base de comparação, já que a companhia apurou um crédito fiscal extraordinário de R$ 950 milhões – fazendo o lucro do 3T18 disparar.

Por sua vez, o lucro líquido normalizado no 3T19 foi de R$ 619 milhões, um crescimento de 61,4% em relação ao mesmo período de 2018 (R$ 383 milhões).





A receita líquida da TIM apresentou crescimento de 2,3%, de R$ 4,337 bilhões para R$ 4,242 bilhões.

Na bolsa de valores, as ações da companhia crescem mais de 4% (às 12h20) e lideram as maiores altas do dia no Índice Bovespa. Acompanhe a cotação em tempo real pelo TradeMap.

TIM, às 12h20, no TradeMap
TIM, às 12h20, no TradeMap
AES Tietê (TIET11)

A AES Tietê reportou lucro líquido de R$ 97,1 milhões no terceiro trimestre de 2019, o que representa uma alta de 174,6% em comparação ao mesmo intervalo de tempo do ano anterior.

Já a receita líquida encerrou o trimestre com queda de 7,1%, passando de R$ 564,8 milhões para R$ 525 milhões.

A companhia também divulgou que o conselho administrativo aprovou a distribuição de R$ 106,4 milhões como dividendos intermediários relativos ao resultado do terceiro trimestre, sendo R$ 0,05333477657 por ação ordinária e preferencial e R$ 0,26667388285 por unit.





O Brasil Plural avalia o resultado trimestral da AES Tietê como sólido.

Eneva (ENEV3)

A Eneva apresentou queda em seu lucro líquido ajustado relativo ao terceiro trimestre deste ano. O resultado fechou em R$ 95,8 milhões, número 46,8% inferior em relação ao 3T18. Com a exclusão dos ajustes, o lucro teve desempenho 48,9% inferior, a R$ 89,9 milhões.

Houve uma retração de 23,5% na receita líquida da companhia, atingindo R$ 858,3 milhões no 3T19.

Cteep (TRPL4)

A Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista obteve lucro líquido de R$ 414,6 milhões no 3T19, crescimento de 116,5% em comparação ao mesmo período do ano passado. A receita da empresa subiu 8,7%, a R$ 658,5 milhões.

Para o Brasil Plural, a Cteep conseguiu atingir um resultado acima do esperado. Dois eventos não recorrentes impulsionaram os dados trimestrais, sendo a recuperação na linha de equivalência patrimonial e o impacto positivo de R$ 67 milhões na linha de imposto de renda.

Engie (EGIE3)

A Engie divulgou seu lucro líquido de R$ 742,7 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 56,2% no comparativo com o 3T18. A receita operacional líquida acompanhou os ganhos, mas de uma forma mais modesta, e somou R$ 2,494 bilhões (+0,2%).

O Credit Suisse informou que a Engie reportou resultado consolidando a TAG, que contribuiu com R$ 21 milhões.

Além do mais, a Engie aprovou a distribuição de R$ 893,4 milhões sob a forma de dividendos intercalares, equivalente a R$ 1,0949497919 por ação.





Adicionalmente, foi aprovado o crédito de R$ 354,0 milhões, sendo R$ 0,4338619496 por ativo, sob a forma de juros sobre o capital próprio referentes ao ano de 2019. As ações ficarão ex-dividendos e ex-juros sobre o capital próprio a partir de 3 de dezembro e serão pagos em data a ser definida posteriormente pela diretoria executiva.

Foto: Manuel Esteban/Shutterstock

Leia também:   Ações da CCR entram em disparada após anúncio de acionista

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp