Quanto preciso para começar a investir no mercado financeiro?

Dúvidas sobre investir?

Hey, marujo! Você já fez essa pergunta antes e não encontrou uma boa resposta? Pois bem, não fique preocupado porque ao final deste artigo você saberá os principais passos para começar a investir no mercado financeiro. Isso mesmo, basta seguir todos os passos e iniciar seus investimentos!

Antes de mais nada, precisamos falar sobre os tipos de investimentos para que, de fato, você tenha conhecimento sobre os produtos e comece a investir. No mercado financeiro existem vários tipos de aplicações para os mais diferentes objetivos e opções. Dentre eles, os mais conhecidos são:

  • Ações
  • Renda Fixa, como Tesouro Direto e CDBs
  • Opções
  • ETFs
  • Fundos Imobiliários
  • Fundos de Investimentos
  • Caderneta de poupança
Tesouro Direto
Tesouro Direto prefixado com vencimento para 2029

Sim, esta última opção se encaixa como um investimento e, caso você ainda “aplique” na caderneta de poupança, pare agora mesmo e pense bem! Sim, você não leu errado! Há um senso comum de que essa aplicação seja 100% segura, mas informamos que não é bem assim que funciona. Acontece que a instituição bancária em que você deposita seu capital pode quebrar, mesmo que o risco seja remoto. Entretanto, o governo seria obrigado a honrar a quantia que foi perdida, mas ainda assim seria desgastante, não é mesmo?

Além do mais, a rentabilidade da poupança não é nada agradável quando comparamos com outros títulos de Renda Fixa. Quer testar e tirar suas próprias conclusões? Bom, no TradeMap você pode comparar o rendimento entre determinado papel e a caderneta. Basta acessar o módulo de Renda Fixa, selecionar algum título e conferir o desempenho! Fácil demais, não?

O TradeMap montou um artigo referente aos tipos de títulos de Renda Fixa, você já leu? Clique aqui e saiba mais sobre essa forma de aplicação!

Bom, mas dicas à parte, voltamos ao que interessa:

Como e quanto preciso para começar a investir?

Para você começar a investir no mercado financeiro basta ter em mente qual é o seu objetivo e conciliá-lo com o seu bolso!

Assim como nos demais aspectos da vida, temos que focar em algum propósito para completar alguma etapa, certo? Então nada mais justo do que adotar esse mesmo método nas finanças pessoais.

Bom, existe um termo conhecido no mercado como horizonte de investimento, que nada mais é do que o prazo em que cada investidor pretende manter seu capital aplicado. Por isso, o objetivo e período sempre devem estar correlacionados. Além do mais, você também deve entender o seu perfil de investidor: conservador, moderado ou arrojado e relacioná-lo com o seu propósito.

Dito isso, existem papéis para todos os perfis de investidores. Agora basta você escolher o que mais combina com suas necessidades e bolso, certo? Para isso, você pode acessar o TradeMap e verificar diversos tipos de aplicações pelos módulos de Ações, Renda Fixa e Fundos.

Para saber o quanto é preciso para começar a investir, o Tesouro Direto, por exemplo, oferece títulos a 30 reais! Clique aqui e saiba mais.

Fora isso, no mercado de ações você pode comprar apenas uma quantidade por valores menores do que imagina!

Mas para começar a investir, você precisa saber o processo, certo? Então vamos lá, marujo!

TradeMap
Infográfico desenvolvido pelo TradeMap
Qual o processo para começar a investir?

Para comprar títulos e outras opções no mercado financeiro é necessário ter uma conta em uma corretora. Ela funciona como uma “ponte” entre o investidor e a bolsa de valores e, dessa maneira, você pode comprar e vender papéis financeiros de diferentes companhias.

Existem várias corretoras no mercado de capitais. Por isso, aconselhamos que você procure com cuidado e leve em consideração o seu porte frente ao mercado. Algumas oferecem taxas de corretagem gratuitas.

No site da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), você pode verificar a lista de corretoras disponíveis no mercado!

Após abrir sua conta, siga os passos ao lado:

Agora que já falamos o passo a passo de como começar a investir, seguimos para a explicação sobre o que é a bolsa de valores e como funciona.

O que é a Bolsa de Valores?

A bolsa de valores é um ambiente em que as empresas de capital aberto negociam seus papéis para as pessoas físicas ou jurídicas. Dessa forma, quem compra esses ativos se torna um sócio da companhia e tem o objetivo de comprá-los por um preço mais barato e, posteriormente, vendê-los mais caro e, assim, ganhar uma certa quantia com a diferença.

Aqui no Brasil, a B3 é, atualmente, a única bolsa local. Ela é uma junção entre a BM&F Bovespa e Cetip.

Ainda não conhece o TradeMap?
O mercado financeiro no seu bolso! Grátis e em tempo real!
Baixe agora mesmo

E ai, vamos começar? Deixe seu comentário abaixo e interaja com a gente sobre como começar a investir! Até a próxima, marujos!

Foto: Exame

2 Comentários