O que é Gross Up?

Cálculo de Gross Up

O Gross Up é uma forma de analisar investimentos atribuindo impostos em ativos que, inicialmente, são isentos deles. Essa análise acontece muito em títulos de Renda Fixa, já que a maioria costuma não ter tributação. Mas também pode ser usada em alguns Fundos de Investimento.

O processo ocorre pela inclusão de um valor fictício de Imposto de Renda, que será somado ao valor bruto do investimento, resultando em um valor bruto fictício “tributável”.

Apesar de parecer confuso, a ideia geral do Gross Up é nivelar investimentos isentos com investimentos tributados, com objetivo de compará-los e, então, decidir qual o melhor investimento a ser aplicado.

Além do mais, o Gross Up ajuda a responder questões de comparações entre rentabilidades. Veja só:

  • É melhor investir em uma LCI 92% a do CDI (isento) ou em um CDB a 110% do CDI?

  • Como calculamos a rentabilidade de uma carteira que tem ativos tributáveis e ativos isentos?
Como calcular o Gross Up?

O método mais utilizado para cálculo do Gross Up é dividir a rentabilidade do título isento pelo fator (1-IR). Imagine o seguinte caso:

  • LCI a 92% do CDI (isento)
Qual será a sua rentabilidade com Gross Up?
  • Considerando 15% de IR, temos:

Rentabilidade LCI com Gross Up = 92% CDI/(1-15%) = 108,2% CDI

Ou seja, de acordo com esse modelo, seria melhor investirmos nessa LCI, que paga 92% do CDI, do que em um CDB a 108% do CDI, por exemplo, justamente pelo fato da LCI ser isenta de IR e o CDB não.

Entre os principais títulos isentos de Imposto de Renda, podemos citar: LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários), CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio), debêntures incentivadas e fundos de debêntures incentivadas.

→ Leia também: Tipos de Investimentos em Renda Fixa

Cálculo em uma carteira

Uma dúvida bastante recorrente entre os investidores é: por que o mercado prefere incidir impostos sobre ativos isentos invés de descontar o imposto de ativos tributáveis? Essa resposta é entendida ao fazer o cálculo de rentabilidade da carteira como um todo.

Por consenso, a rentabilidade da carteira é calculada com base em valores brutos, nos quais irão incidir os impostos correspondentes. Dessa forma, adiciona-se um valor fictício, do Gross Up, a títulos isentos, calculando a rentabilidade bruta da carteira.

Considere, por exemplo, uma carteira com 4 títulos de Renda Fixa, todos com a mesma participação (25%):

Gross Up
Títulos isentos de IR

Dessa forma, a rentabilidade bruta da carteira seria 112,75% (soma-se o rendimento com Gross Up e divide-se pela quantidade de títulos) do CDI.

 

Baixe agora mesmo o TradeMap e fique por dentro do mercado financeiro!

googleplay
appstore