Mercado global abre sem tendência em meio à crise energética

No Brasil, os investidores devem ficar de olho no campo político com o desenrolar da PEC dos precatórios, que poderá ser aprovada na Câmara

Mercado Global - Unsplash

Foto: Unsplash

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Com a volta da preocupação ligada à crise energética, além da inflação elevada e os problemas com o setor imobiliário chinês, as bolsas globais ensaiam dia no campo negativo nesta segunda-feira, 18.

Na Ásia, os mercados fecharam de forma mista, refletindo o crescimento menor do Produto Interno Bruto (PIB) da China, que ficou 4,9% no terceiro trimestre, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS). O resultado representou uma desaceleração após o avanço de 7,9% no trimestre anterior.

O crescimento foi afetado por uma queda no setor imobiliário do país, refletindo os problemas da Evergrande. No entanto, o presidente do Banco Central da China, Yi Gang, afirmou que qualquer impacto no setor imobiliário pode ser controlável. Ele ainda destacou que o PIB deve crescer quase 8% este ano.

Leia também:   "Estamos apenas no início do ciclo de crescimento da economia", diz Howard Marks, da Oaktree

As bolsas europeias e os futuros americanos estão com tendência de queda. Os investidores seguem preocupados com a escassez de energia, que está causando mais cortes na produção e aumentando a inflação. A atenção também segue para a proximidade da redução dos estímulos por parte dos bancos centrais.

Por outro lado, a divulgação dos resultados corporativos do terceiro trimestre pode refletir positivamente no humor dos investidores ao longo da semana.

Em relação às commodities, os preços do barril do petróleo continuam em alta, enquanto o minério de ferro apresenta baixa, refletindo as intervenções chinesas.

No Brasil, os investidores devem ficar de olho no campo político com o desenrolar da PEC dos precatórios, que poderá ser aprovada na Câmara, abrindo espaço no orçamento ao novo Bolsa Família, além do imbróglio fiscal, já com os recursos do projeto do Imposto de Renda, que continua emperrado no Senado.

Leia também:   Fundos de ações ESG crescem no Brasil; saiba as opções disponíveis e como escolher

A agenda de indicadores segue fraca nesta segunda. Às 8h25 será divulgado o Boletim Focus do Banco Central.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.