Magazine Luiza e Santander aprovam distribuição de Juros sobre Capital Próprio

Cifrão - getty images

O Magazine Luiza (MGLU3) e o Santander Brasil (SANB3; SANB4 e SANB11) aprovaram nesta segunda-feira, 30, a distribuição de Juros sobre Capital Próprio (JCP).

A varejista comunicou ao mercado que seu conselho administrativo concordou em distribuir o montante bruto de R$ 112 milhões, correspondentes a R$ 0,0736066061 por ação. Ao todo, o Magazine considera 1.521.602.556 de papéis ordinários.

“O pagamento será efetuado até 30 dias após a efetiva realização da Assembleia Geral Ordinária de 2020 e tomará como base de cálculo a posição acionária final do dia 7 de outubro de 2019, sendo que, a partir do dia 8 de outubro de 2019, as ações da companhia passarão a ser negociadas ex-juros sobre o capital próprio”, informa em nota.

O Magalu ainda disse que o valor por ação do JCP poderá variar por eventual alteração na quantidade de ativos em tesouraria até a data base de cálculo.

Na mesma linha, o Santander também divulgou a distribuição de JCP, no valor bruto de R$ 1 bilhão. No entanto, após a quantia ser deduzida de Imposto de Renda, o montante líquido ficou em 850 milhões de reais.

“Farão jus aos Juros sobre o Capital Próprio, ora aprovados, os acionistas que se encontrarem inscritos nos registros da companhia no final do dia 08 de outubro de 2019”, segundo nota emitida pelo banco, e “serão pagos a partir do dia 30 de outubro”.

Juros sobre Capital Próprio
Juros sobre Capital Próprio do Santander (Fonte: Santander Brasil)

Foto: Getty Images

Escrever um comentário