Ibovespa bate recorde pela terceira vez seguida

calçada bolsa b3

Como se não bastasse encerrar duas operações seguidas na máxima histórica, o Ibovespa renovou seu recorde pela terceira vez consecutiva, fechando em 107.543 pontos, uma alta de 0,15%.

O principal índice acionário da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) foi impulsionado pela votação da reforma da Previdência, concluída ontem pelo plenário do Senado. Dessa forma, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi oficialmente encerrada e entrará em vigor depois que ser promulgada pelo Congresso Nacional.

Ontem, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que a promulgação ocorrerá, provavelmente, no dia 19 de novembro.

→ Leia também: Senado conclui votação da PEC e aprova destaque de periculosidade

Na última terça-feira, 22, o Senado já havia concluído o texto-base da reforma, por 60 votos a favor contra 19, mas ainda faltava encerrar a votação dos destaques.

Principais mudanças com a reforma:
Reforma da previdência
Principais mudanças da reforma da Previdência
PEC paralela

A assessoria da presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tabet (MDB-MS), informou que a PEC paralela da reforma da Previdência deve ser votada no dia 6 de novembro.

A PEC paralela foi uma saída encontrada pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) para fazer alterações no texto sem precisar encaminhá-lo de volta à Câmara dos Deputados.

Ibovespa - TradeMap
Cotação do Ibovespa pelo TradeMap

Foto: Patricia Monteiro/Bloomberg

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!