Governo pode limitar saques do FGTS a R$ 500 em 2019

FTGS - Exame

Em reunião no Ministério da Economia, como apurou o jornal O Estado de S. Paulo, o governo estudar limitar os saques de contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a R$ 500. Independentemente de quantas contas o trabalhador tiver, só poderia ser resgatado esse valor para cada conta.

De acordo com o jornal, a ideia é permitir que no próximo ano os trabalhadores possam sacar o fundo no mês de aniversário. Quem escolher essa opção vai abrir mão de resgatar o valor integral em caso de demissão sem justa causa, como acontece atualmente. Caso isso ocorra, o trabalhador continuaria sacando o dinheiro anualmente até acabar.

No entanto, o governo quer ampliar as faixas do saque aniversário mais um valor fixo.

Exemplo: quem possui até R$ 500 poderia sacar a metade. Depois desse valor, seria estipulado um percentual mais um valor fixo. Para quem tem mais de 20 mil reais, seria limitado em 5% mais R$ 2,9 mil.

O TradeMap divulgou uma das medidas atreladas ao estímulo da economia no Brasil. Para saber mais, clique aqui.

O anúncio oficial era para ter ocorrido na semana passada, porém as construtoras pressionaram o governo com o uso do fundo para outras finalidades ante relacionado à compra de imóveis. Dessa forma, o limite de R$ 500 seria uma forma de atender o setor imobiliário.

O presidente Jair Bolsonaro disse que o anúncio deve ser feito amanhã, 24.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp