Fundos de Investimento – Prestadores de Serviços

Negócios

Você sabe o que é um fundo de investimento? Bom, caso ainda esteja na dúvida sobre esse tema, o TradeMap fez um artigo do que significa o contexto em geral: como funciona, quais são seus principais prestadores de serviço, o que são suas cotas e de que forma isso está relacionado ao investidor. Clique aqui e veja a matéria completa para ficar informado. No entanto, se você já leu o texto, podemos ir à próxima etapa. Preparado?

Com o objetivo de chegarmos às classificações e ao ponto de como escolher os melhores fundos da indústria de acordo com o perfil de investidor, precisamos, primeiramente, entender com maior profundidade quais são os principais prestadores de serviço de tais fundos, o que isso implica no mercado e, também, as influências que tais agentes têm no processo de desenvolvimento e funcionamento dos nossos veículos de investimentos. Vamos começar pelo administrador.

Administrador

O administrador, diferente do que a maioria dos investidores pensa, é a figura central dos fundos, talvez não em relação aos investimentos de fato, mas sim em relação a sua existência. Ele é responsável por todos os serviços relacionados ao funcionamento e manutenção do fundo, que podem ser prestados pelo próprio administrador ou por terceiros contratados. Dentre os serviços, destacam-se:

  • Gestão da carteira
  • Consultoria de investimentos: em linhas gerais, trabalha com o gestor, auxiliando nas tomadas de decisão da gestão
  • Tesouraria e controle dos ativos financeiros:  prestador responsável pelo controle de contas a pagar, contas a receber, liquidações e controle de caixa da carteira do fundo, entre outros
  • Distribuição de cotas: o distribuidor é o agente que conecta o investidor final (cliente) ao fundo. Em geral, são instituições financeiras com uma carteira de clientes bem consolidada

Vale citar que a comunicação com cotistas e a divulgação de informações periódicas e eventuais sobre o fundo, como, por exemplo, materiais de rentabilidade ou convocação de assembleias, também são de responsabilidade da administração.

O administrador deve desenvolver e aprovar o regulamento do fundo, documentos no qual são estabelecidas todas as regras de seu funcionamento, como público alvo, política de investimentos, condições de aplicação e resgate e fatores de riscos e taxas, que servem para remunerar todos os prestadores de serviços.

Você sabia de todas essas informações sobre o administrador de fundos? Bom, agora podemos falar sobre outro prestador neste segmento: os gestores.

Gestor

O gestor da carteira é o profissional, tanto pessoa física quanto jurídica, responsável pela gestão dos ativos do fundo – sim, o nome é bem esclarecedor à função. Esse profissional decide quais ativos irão compor a carteira, quando e quanto comprar ou vender cada um deles. É o agente que acompanha os mercados e oportunidades, faz análises e constrói teses de investimentos com objetivo de balancear e melhorar a carteira do fundo.

As atividades do gestor devem sempre estar de acordo com a política de risco, objetivos e limites de concentração estabelecidos na política de investimentos do fundo – a qual aborda limites por emissor, classificação e público alvo dos ativos. Ou seja, o gestor nem sempre pode comprar os ativos que ele pensa que são os mais rentáveis, pois os conceitos de risco e prazo estabelecidos no regulamento também devem ser respeitados – o principal objetivo do gestor não é trazer o maior retorno financeiro, mas sim o melhor resultado proporcional de acordo com o perfil de risco e liquidez estabelecidos para o fundo.

Distribuidor e custodiante

O distribuidor do fundo é o profissional responsável pelo relacionamento e vendas para com o investidor final. Uma de suas principais funções é traçar o perfil de risco do cliente, realizado por meio de questionários e, dessa forma, aconselhar investimentos condizentes.

O custodiante, por sua vez, é um banco responsável por manter e guardar os ativos do fundo de investimento, como por exemplo os títulos de renda fixa, ações, derivativos e, até mesmo, cotas de outros fundos. Ele deve enviar diariamente o inventário para o gestor e o administrador. Além disso, também é responsável pela liquidação física dos ativos – pagamento e recebimento de recursos.

O TradeMap publicará outros artigos relacionados aos fundos de investimento no decorrer das semanas, às segundas. Fique ligado e saiba tudo sobre o tema.