Frigoríficos despencam na bolsa após China renegociar contratos de exportação de carne

Bandeira da China

Os papéis das principais frigoríficas brasileiras na Bolsa de Valores de São Paulo lideram as maiores quedas desta quarta-feira, 22, após informações de que a China está renegociando os contratos de exportação das carnes aqui do Brasil.

Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, os chineses estão impondo um desconto de 30% sobre o valor da carne brasileira. Dessa forma, a imposição afeta a rentabilidade das companhias.

Às 12h25, os ativos da Marfrig (MRFG3) e da JBS (JBSS3) caíam 4,62% e 2,59%, respectivamente. Veja a cotação em tempo real no TradeMap.

Maiores quedas do Ibovespa

A matéria afirma que, desde dezembro, os importadores impuseram descontos de US$ 1 mil por cada tonelada sobre cargas que já estavam no mar e, até mesmo, nos portos do país. Há relatos de pedidos de US$ 2,5 mil.

Foto: Kim Kyung-Hoon

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp