Fed e Copom divulgam corte de taxa de juros

Banco Central do Brasil

Atualização

O Federal Reserve divulgou hoje, 31, corte na taxa de juros pela primeira vez em onze anos. A partir de agora, a taxa passou a ser entre 2% e 2,25% ao ano. O banco central dos Estados Unidos disse que a decisão foi tomada pela inflação fraca e os desenvolvimentos globais, como aponta o Valor Investe.

Já aqui no Brasil, o Copom revelou hoje que reduziu a taxa básica de juros em 0,50%, para 6% ao ano. A partir de agora, após 16 meses de estabilidade, a Selic atinge o menor nível histórico. A decisão foi unânime, como aponta o Estadão.

30 de julho de 2019

O Ibovespa oscila em torno da estabilidade no pregão de hoje, 30. De acordo com a Reuters, o mercado está com expectativa para as decisões de corte de juros no Brasil e Estados Unidos. Ambos os países vão divulgar as informações nesta quarta-feira, 31.

Às 15h20, o Índice Ibovespa estava na casa dos 103.229 pontos, enquanto os principais bancos privados estão entre as maiores quedas do dia, liderado pelo Itaú Unibanco, que divulgou seu resultado do segundo trimestre ontem à noite. Clique aqui para saber mais.

Enquanto isso, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central entrou eu reunião hoje para definir o corte da taxa Selic (taxa básica de juros). Amanhã será divulgado a decisão, que poderá sofrer corte entre 0,25% e 0,50%. Atualmente, a Selic está em 6,50% ao ano.

De acordo com o relatório Focus do BC, a estimativa é que a taxa básica de juros chegue a 5,50% até dezembro de 2019.

Nos EUA, o Federal Reserve (Fed) – banco central americano – também está em reunião para decidir o corte de juros.

Além do mais, hoje mais empresas vão divulgar seus resultados, como a Lojas Renner, TIM Participações e Smiles.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!