Caixa levanta R$ 7,3 bi com participação da Petrobras

Petrobras

A Caixa Econômica Federal levantou R$ 7,3 bilhões com a venda da participação da Petrobras (PETR3). Foram ofertadas 241,3 milhões de ações ordinárias da companhia, ao preço de R$ 30,25 – um desconto de 1,5% em relação ao valor de fechamento da petrolífera ontem, 25, de R$ 30,70. As informações são da revista Exame.

A operação conta com distribuição no exterior em forma de ADRs (American Depositary Receipts, em inglês), que são recibos de ações negociadas na bolsa de Nova York. O movimento foi coordenado pelo próprio banco, junto com o UBS, Morgan Stanley, Bank of America e XP Investimentos.

Futuro da Caixa

A Caixa já planejava a venda das ações da petroleira como parte do plano de se desfazer de ativos. De acordo com o presidente da estatal, Pedro Guimarães, o banco pretende captar cerca de R$ 40 bilhões ao todo para viabilizar a privatização, com a venda da participação na Alupar e no Banco do Brasil.

Além do mais, o banco pretende abrir capital (IPO, em inglês) das divisões de seguros e cartões.

O que são ADRs?

Os ADRs, ou conhecido como American Depositary Receipts, são certificados de ações emitidos por bancos estadunidenses. Em tradução livre, o Recibo Depositário Americano permite que empresas estrangeiras, incluindo o Brasil, possam negociar seus papéis nas bolsas de valores dos EUA.