BR Properties levanta R$ 1,05 bilhão em seu follow on

Reuters

A BR Properties (BRPR3) precificou ontem à noite, após procedimento de Bookbuilding, sua oferta pública de distribuição primária (follow on) com esforços restritos. Cada papel saiu no valor de R$ 12,50, com a emissão de 84.375.000 novas ações, o que levantou R$ 1,05 bilhão para o caixa da companhia.

Em razão da oferta, o capital social da empresa passou de R$ 3.314.456.624,79, dividido em 407.135.283 ações ordinárias, para R$ 4.369.144.124,79, seperado em 491.510.283 papéis ON.

A princípio, a BR Properties ofereceria 62,5 milhões de ações ao mercado, mas o follow on poderia ser acrescido em até 35% se houvesse demanda.

De acordo com a companhia, os recursos líquido provenientes da oferta serão destinados para:

  • aquisições de novos empreendimentos e investimento nas propriedades atuais/adquiridas (construção, reformas e outros investimentos)
  • pagamento de empréstimos e financiamentos contratados pela companhia, que podem incluir o pagamento de empréstimos e financiamentos contratados com os coordenadores da oferta.

Os novos papéis da BR Properties serão negociados na Bolsa de Valores de São Paulo a partir da próxima segunda-feira, 25, com data de liquidação para o dia 26.

Os bancos coordenadores da operação foram Itaú BBA, Bank of America, Santander e BTG Pactual.

O que é Bookbuilding?

De um modo resumido, o Bookbuilding é o processo em que o coordenador da oferta estuda e avalia, em conjunto com os investidores, como seria a demanda de seus ativos no mercado.

Dessa forma, a empresa que pretende abrir capital ou fazer novas ofertas deve saber qual a intenção de compra dos acionistas e chegar a um preço razoável para o IPO ou follow on. Leia mais.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp