Renner afirma que não houve vazamento de dados após ataque cibernético

A empresa anuncia que sua equipe e os profissionais externos contratados permanecem seguindo o plano de proteção e recuperação após o incidente

Lojas Renner, foto divulgação

Foto: Renner/Divulgação

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:


As Lojas Renner (LREN3) divulgaram nesta segunda-feira, 30, um fato relevante complementar às demais notas referentes ao ataque cibernético sofrido pela companhia no dia 19 de agosto.

No documento, a empresa informa que o plano de proteção e recuperação das suas operações continua em execução, e as lojas continuam abertas e operando.



O e-commerce foi restabelecido, nos sites e aplicativos, nos dias 21 e 22 de agosto. No decorrer da última semana, a companhia também recuperou as operações dos centros de distribuição e BackOffice.

De acordo com a Renner, não há qualquer evidência de vazamento de informações ou dados pessoais em nenhum de seus negócios.

A empresa anuncia que sua equipe e os profissionais externos contratados permanecem seguindo o plano de proteção e recuperação após o incidente, adotando todos os protocolos de controle e segurança e dando sequência ao trabalho de apuração, documentação e investigação sobre o ocorrido.



Leia também:   PBG, ex-Portobello, fará investimento de US$ 160 milhões em nova fábrica nos EUA

Novas informações relevantes acerca do evento serão repassadas ao mercado.

Sobre o ataque cibernético

As Lojas Renner informaram ao mercado no dia 19 de agosto que sofreram um ataque cibernético criminoso em seu ambiente de tecnologia da informação.

O ataque resultou na indisponibilidade em parte de seus sistemas e operação. Os protocolos de controle e segurança foram prontamente acionados para bloquear o ataque e minimizar eventuais impactos.

O último comunicado anterior ao que foi feito nesta segunda-feira aconteceu no dia 24 de agosto. Nele, a companhia informou que a operação do e-commerce foi restabelecida no site no sábado, 21, e no aplicativo no domingo, 22.

A empresa também ressaltou que não realizou qualquer contato ou negociação de pagamento de resgate com os autores do ataque.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais