Viveo precifica IPO restrito em R$ 19,92 por ação

As ações serão negociadas no Novo Mercado da B3 a partir da próxima segunda-feira, 9, sob o ticker de negociação VVEO3

Remédios, foto de Unsplash
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Viveo, holding que controla diversas empresas do segmento hospitalar, definiu o preço por ação de sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) restrita na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3.

Após o encerramento do procedimento de bookbuilding, o conselho de administração da companhia aprovou a fixação de R$ 19,92 por papel, no piso da faixa estipulada pelos coordenadores da operação, que ia até R$ 25,81.

Com a venda de mais de 35 milhões de ativos ordinários na tranche primária, a Viveo, ou CM Hospitalar, conseguiu levantar R$ 699 milhões. Ela usará esse dinheiro para sua expansão orgânica e inorgânica, como consta no documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Segundo a empresa, após o IPO, o capital social da companhia passou a ser de R$ 1.771.043.736,23, dividido em 286.123.360 ações ONs.

A operação também contou com a distribuição secundária de 59 milhões de ativos, que é quando os atuais acionistas vendem parte ou a totalidade de suas fatias. Os vendedores são os fundos Genoma I e VI, Carlos Alberto Mafra Terra e Consolação Goulart Terra.

Leia também:   Hapvida (HAPV3) adquire 73% do Hospital Octaviano Neves, em BH, por R$ 134 milhões

Para emplacar a oferta no mercado local, a Viveo contou com o aporte de duas empresas que passam a fazer parte do quadro de acionistas: a gestora de private equity Siguler Gulf, com sede nos Estados Unidos, e o fundo soberano de Cingapura GIC. No total, o aporte chegou perto dos R$ 675 milhões.

As ações serão negociadas no Novo Mercado da B3 a partir da próxima segunda-feira, 9, sob o ticker de negociação VVEO3. Já a liquidação dos papéis está marcada para um dia depois (10).

Os coordenadores do IPO foram:

  • J.P. Morgan (líder)
  • Itaú BBA
  • BTG Pactual
  • UBS BB
  • Bank of America
  • Bradesco BBI
  • Safra

Oferta restrita

A oferta restrita (Instrução nº 476/2009) é voltada exclusivamente para investidores profissionais. O IPO limita-se a 75 investidores, sendo que apenas 50 podem realizar o investimento.

Leia também:   Banco do Brasil (BBAS3) pagará R$ 499 mi em JCP em 30 de dezembro

Essa instrução é bem mais flexível em relação ao modelo mais convencional (400), uma vez que a CVM não exige registro no órgão nem análise prévia.

O que é bookbuilding e para que serve?

De um modo resumido, o bookbuilding é o processo utilizado para definir um preço justo para o IPO ou oferta subsequente de ações (follow on), que seja adequado à intenção de compra dos investidores.

Por isso, durante o processo, os coordenadores da oferta estudam e avaliam a demanda de seus ativos no mercado. Assim, eles conseguirão estimar o preço que poderá praticar e a quantidade de ações ou títulos que poderão ser oferecidos. Veja mais detalhes aqui.

Foto: Unsplash

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais

Não vá ainda...

Baixe o nosso App!

O maior hub do mercado financeiro
na palma da sua mão!

Popup out planos