Viveo desiste de adiar IPO, diz jornal

Com isso, o IPO deverá sair no piso inicialmente pretendido, de R$ 19,92

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Ao invés de cancelar sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na B3, a Viveo pode buscar outro caminho para continuar com a operação de abertura de capital.

Segundo o portal Pipeline do Valor Econômico, a empresa conversou durante toda véspera com um grupo de gestoras locais que ficou interessada na companhia. Por conta disso, eles sugeriram à Viveo que continuasse com a oferta inicial, mas com outras condições de mercado.





Um dos pontos alterados é o valor captado no IPO. Em vez dos R$ 2 bilhões inicialmente pretendidos, a operação deverá ser reduzida para R$ 1,2 bilhão.

De acordo com informações do portal, a gestora Dynamo deverá ancorar a oferta e pode ficar com uma opção de compra das ações, de até R$ 800 milhões.

Leia também:   Duratex tem lucro de R$ 172,6 milhões no 1º trimestre de 2020

Com isso, o IPO deverá sair no piso inicialmente pretendido, de R$ 19,92.

Foto: Getty Images

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp