Via Varejo reverte prejuízo e lucra R$ 590 milhões no 3º trimestre

A companhia reforça que sua maior digitalização foi o grande catalizador para o bom desempenho do período analisado

Via Varejo, foto de Sergio Moraes/Reuters

A Via Varejo conseguiu reverter prejuízo do terceiro trimestre de 2019 e lucrou R$ 590 milhões entre os meses de julho e setembro deste ano, mostrando números mais fortes que a média do consenso de mercado.

→ Invista no que nunca perde valor: conhecimento! Inscreva-se no Desafio Investidor Fundamentado, com a Helô Cruz (CFA) – e sem pagar por nada!

A companhia reforça que sua maior digitalização foi o grande catalizador para o bom desempenho do período analisado.

Já as vendas totais (GMV) cresceram 43,4% em relação ao mesmo período de 2019, reflexo da forte expansão das vendas do e-commerce e a retomada das vendas nas lojas. Nos nove primeiros meses de 2020, as vendas atingiram R$ 23,2 bilhões.

As vendas totais nas lojas físicas avançaram 3,7% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. No conceito de vendas nas mesmas lojas (SSS), o crescimento foi de 4,3% na mesma base de comparação.

Enquanto isso, o e-commerce teve crescimento exponencial. As vendas digitais aumentaram 219%. A estabilidade das ferramentas no canal online (Sites e Aplicativos), além das melhorias na experiência do cliente e as iniciativas de marketing foram cruciais para o grande salto do resultado nas vendas online.

No período, o 1P cresceu 294%, com ganhos de marketshare e evolução da rentabilidade e, no 3P, a alta foi de 83,4% no 3T20 ante o 3T19, dada a expansão no número de lojistas e a maior oferta de produtos.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 1,2 bilhão no período, com impressionante elevação da margem, finalizando o trimestre em 15,3%, 11,4 pontos percentuais acima do 3º trimestre de 2019.

De acordo com a Via Varejo, a melhora foi resultado da maior venda do canal online, da evolução das vendas nas lojas físicas e das ações de redução de despesas fixas e variáveis.

Com isso, no período em análise, a companhia reverteu o prejuízo para um lucro líquido de R$ 590 milhões.

Dados consolidados - Via Varejo
Fonte: TradeMap Web

Por conta de duas aquisições da I9XP e Distrito, além do aumento nos investimentos para evoluir a sua tecnologia e logística, a alavancagem financeira, medida pela relação caixa líquido ajustado/Ebitda ajustado, ficou em 2x no final do trimestre, ante 0,5x do 3T20.

O caixa líquido ajustado da companhia encerrou o trimestre em R$ 3,366 bilhões.

Para o próximo trimestre, a Via Varejo acredita na continuidade do aumento em suas vendas, por conta da Black Friday e o Natal, tanto que vem até reforçando seu estoque.

banner curso helo 4

Para saber mais detalhes sobre a companhia, acesse o TradeMap Web e veja a Lâmina de Empresa do VVAR3.

Foto: Sergio Moraes/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp