Vale apresenta bom desempenho no último trimestre de 2020

Segundo a empresa, a expansão da receita teve como reflexo forte aumento nas vendas nos negócios de minério de ferro

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A receita líquida da Vale encerrou o quarto trimestre de 2020 em US$ 14,75 bilhões, crescimento de 48% em relação ao mesmo período de 2019, refletindo o forte aumento nas vendas nos negócios de minério de ferro e a retomada parcial de todas as operações de finos de minério de ferro paralisadas em 2019.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de US$ 4,24 bilhões nos últimos três meses de 2020, alta de 20% em comparação ao 4º trimestre do ano anterior. Essa melhora reflete o forte desempenho do negócio de minerais ferrosos, devido ao aumento de 17% nos preços, além dos maiores preços realizados de níquel e cobre, e aos maiores créditos de subprodutos de níqueis.

Leia também:   Banco do Brasil anuncia interrupção do IPO do Banco BV

Já o lucro líquido da companhia foi de US$ 739 milhões no último trimestre, ficando US$ 2,169 bilhões abaixo do 3T20. Segundo a Vale, isso ocorreu, principalmente, às maiores despesas para reparação de Brumadinho e encargos com impairments de ativos, principalmente relacionado a ativos de carvão e níquel. 





No entanto, no comparativo com o mesmo período de 2019, a companhia conseguiu reverter o prejuízo para lucro.

Merece comentar que a companhia firmou acordo com o governo de Minas Gerais, que estabeleceu as reparações pela tragédia de Brumadinho em R$ 37 bilhões.

A Vale também aprovou os projetos Serra Sul 120 e Capanema. E, em 2021, espera investir US$ 5,8 bilhões, aumento de 31% em comparação a 2020. 

Leia também:   CVM recusa nova estrutura de IPO da Viveo

Enquanto isso, o caixa a empresa encerrou o ano com US$ 14,258 bilhões, mais do que a sua dívida bruta de US$ 13,360 bilhões e, portanto, com uma posição líquida de caixa de US$ 898 milhões no 4º trimestre.

Para saber mais detalhes sobre o resultado da companhia, acesse o TradeMap Web e veja a Lâmina de Empresa da VALE3.

Proventos

A companhia anunciou a distribuição de proventos no valor bruto de R$ 4,262386983 por ação, sendo R$ 3,426505027 por ação na forma de dividendos e R$ 0,835881956 por ação na forma de juros sobre o capital próprio (JCP).

O pagamento da remuneração ocorrerá em 15 de março. A data de corte para os detentores de ações de emissão da Vale negociadas na B3 será no dia 4 de março e para os detentores de ADRs negociados na New York Stock Exchange (NYSE) será no dia 8 de março.

Leia também:   Magazine Luiza anuncia aquisição da plataforma Jovem Nerd

Portanto as ações da Vale serão negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de 5 de março de 2021.

ADRs

Apesar de apresentar bom resultado, os ADRs da Vale caem mais de 3% no pré-mercado desta sexta-feira, 26.





Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Foto: Divulgação

Tags:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp