Taxa de desemprego sobe para 13,8% no trimestre encerrado em julho, mostra Pnad

Carteira de trabalho, foto de Getty Images

A taxa de desocupação atingiu 13,8% no trimestre encerrado em julho de 2020, o que representa um recorde da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra em Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012.

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego atingiu 13,1 milhões de pessoas no período reportado, um crescimento de 4,5% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

O resultado do trimestre móvel até julho ficou 1,2 ponto percentual acima do verificado no trimestre móvel até abril (12,6%) e 2 pontos acima do que o mesmo período registrado em 2019 (11,8%).

Segundo o IBGE, a população ocupada (82,0 milhões, menor contingente da série) caiu 8,1% (menos 7,2 milhões pessoas) em relação ao trimestre anterior e 12,3% (menos 11,6 milhões) frente ao mesmo trimestre de 2019.

O nível de ocupação (47,1%) também foi o mais baixo da série, caindo 4,5 p.p. frente ao trimestre anterior e de 7,6 p.p. contra o mesmo trimestre de 2019.

Para ler a Pnad Contínua na íntegra, clique aqui.

Foto: Getty Images

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp