Prévia da inflação desacelera e sobe 0,60% em abril, informa IBGE

A expectativa era de que o indicador tivesse alta de 0,69% no período em análise

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) subiu 0,60% em abril, após apresentar um crescimento de 0,93% em março deste ano, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 27.

Segundo o consenso dos economistas consultados pela Refinitiv, a expectativa era de que o indicador tivesse alta de 0,69% no período em análise.





No ano, o IPCA-15 registra um acúmulo de 2,82% e, em 12 meses, alta de 6,17%, acima dos 5,52% reportados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril do ano anterior, a taxa foi de -0,01%.

De acordo com os dados do IBGE, com expansão de 1,76%, os transportes continuam sendo a principal influência no índice (0,36%), embora tenham apresentado uma desaceleração frente ao resultado de março, quando teve uma variação de 3,79%.

Leia também:   Petrobras anuncia redução nos preços da gasolina e do diesel

A gasolina (5,49%) permanece como o produto com o principal impacto no índice (0,30 p.p.), ainda que com uma variação menor do que o mês anterior (11,18%). Óleo diesel (2,54%) e o etanol (1,46%) tiveram altas, mas também inferiores às registradas em março, de 10,66% e 16,38%, respectivamente.

Os alimentos tiveram variação de 0,36%, superior à alta de março. A alimentação no domicílio passou de queda de 0,03% em março para 0,19% em abril. E o café da manhã ficou mais caro com a alta do pão francês (1,73%) e do leite longa vida (1,75%), cujos preços haviam recuado no mês anterior (-0,11% e -4,50%, respectivamente). As carnes seguem em alta (0,61%), embora com variação menor do que a de março (1,72%).

Leia também:   IGP-M sobe 2,68% na primeira prévia de maio, informa FGV

Os preços do IPCA-15 foram coletados no período de 16 de março a 13 de abril de 2021 (referência) e comparados com aqueles vigentes de 12 de fevereiro a 15 de março de 2021 (base).





Para ler o relatório do IBGE na íntegra, acesse aqui.

Foto: Pixabay

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp