Odebrecht inicia processo para vender sua participação na Braskem

Odebrecht - Foto de Renova Mídia

A Odebrecht iniciou as tratativas para se desfazer de todas as suas ações na Braskem, uma das maiores companhias do setor petroquímico da América Latina. Atualmente, a construtora detém 50,1% do capital votante da companhia.

Enquanto isso, a Petrobras, que possui 47% de participação na Braskem, já sinalizou que pretende vender os papéis na petroquímica. O presidente da estatal, Roberto Castello Branco, disse no mês passado que espera chegar a uma solução com a Odebrecht em seis meses para iniciar o processo de venda.

Em nota ao mercado, a Braskem informou que recebeu correspondência da Odebrecht. “Em cumprimento a compromissos assumidos com credores concursais e extraconcursais, a ODB deu início aos atos preparatórios para estruturar um processo de alienação privada de até a totalidade da participação de sua titularidade na companhia”.

A Braskem ainda informou que a Odebrecht adotará “as providências necessárias para organizar um processo dessa natureza, com o apoio de assessores legais e financeiros”.

Segundo fontes com conhecimento no assunto, a intenção da construtora é vender os ativos na própria Bolsa de Valores, movimento conhecido como oferta secundária ou follow on. Ou, ainda, buscar um sócio privado interessado em adquirir a companhia.

Foto: Renova Mídia

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp