Novas bolsas poderão emitir BDRs na B3, informa CVM

Os emissores listados nas bolsas de Londres, Amsterdam, Toronto e Cboe BZX poderão ter seus recibos listados no mercado brasileiro

B3
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou a B3, a bolsa brasileira, a ampliar os mercados internacionais em que atua na negociação por meio de Brazilian Depositary Receipts (BDRs), que são recibos de ativos no exterior.

De acordo com o informativo da reunião do colegiado na última terça-feira, 1, os emissores listados nas bolsas de Londres (LSE), Amsterdam (Euronext Amsterdam), Toronto (TSX) e Cboe BZX, que opera quatro bolsas nos Estados Unidos, poderão ter seus recibos listados no mercado brasileiro.

Até então, somente as companhias listadas nas bolsas norte-americanas Nasdaq e NYSE tinham autorização da CVM para emissão de BDRs.

O documento divulgado pelo regulador do mercado de capitais do Brasil não deu mais detalhes sobre a decisão.

Leia também:   Bolsas globais operam em queda nesta terça-feira após renomeação de Powell; por aqui, PEC dos precatórios segue no radar

A expectativa agora é de que a B3 possa realizar as tratativas para dar continuidade às alterações realizadas pela CVM.

Foto: Rafael Von Zuben/B3

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.

Não vá ainda...
Olha só o que tá rolando!

Popup Banner Black Week 3 1