Ministro da Economia eleva estimativa econômica com reforma administrativa

Paulo Guedes foto de Adriano Machado da Reuters

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira, 15, que a economia do governo com a reforma administrativa pode chegar a R$ 450 bilhões em dez anos.

De acordo com o político, isso deve ocorrer por conta da taxa de reposição, contratação de servidores para fazer frente aos aposentados, que está em 26%. A estimativa inicial era de economia de R$ 300 bilhões em dez anos com a taxa de reposição de 70%.

Vale lembrar que, no início de setembro, o atual governo encaminhou ao Congresso uma proposta de reforma administrativa, que não inclui os atuais servidores e membros de outros Poderes.

“Como disse o presidente da Câmara [Rodrigo Maia], nós mantivemos os direitos do funcionalismo atual, lançamos a base de um funcionalismo futuro, com muito mais meritocracia e avaliação de resultados”, disse Guedes, em abertura de seminário virtual promovido pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP).

O ministro disse que, com a proposta, cada instituição definirá os quadros de funcionalismo futuro. “A Receita Federal pode ser que sejam quatro anos. No Itamaraty pode ser que sejam oito anos”, comentou.

Foto: Adriano Machado/Reuters

 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp