Ministério da Economia corta projeção do PIB de 2020 por conta do coronavírus

Ministério da Economia, foto de Anesp

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia projeta um crescimento econômico de 2,1% para este ano, enquanto a estimativa anterior era de 2,4%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 11, por meio do Boletim MacroFiscal.

A nova projeção ocorre em meio à piora das expectativas para o crescimento econômico global por conta do surto de coronavírus.

“Na passagem de 2019 para 2020, a economia brasileira tem mostrado sinais de continuidade do processo de recuperação do crescimento, ainda que com a cautela decorrente das incertezas do ambiente internacional e as consequentes revisões do crescimento dos países desenvolvidos e emergentes”

diz o documento.

Apesar da redução, a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) é mais alta do que o esperado pelo mercado. No último relatório Focus, divulgado pelo Banco Central na segunda-feira (9), as instituições financeiras esperavam um avanço de 1,99% para 2020.

Enquanto isso, o documento também aponta que houve corte no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano, passando de 3,62% para 3,12%. Para 2021, o governo prevê um avanço de 3,75% na inflação.

→ Leia também: O que é o IPCA?

Foto: Anesp

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp