Mercado deve finalizar semana em alta; resultados corporativos continuam no radar dos investidores

Por aqui, o IBGE divulgará o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)

Mercado Global - Unsplash
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Depois do susto do início da semana, as bolsas internacionais devem fechar em alta, com recordes históricos.

Os futuros americanos e os recém-abertos mercados europeus operam no campo positivo. A boa temporada de balanços contribui para o humor dos mercados, apesar de alguns dados econômicos virem mistos.

Por outro lado, alguns indicadores surpreenderam e apresentaram melhoras, como o caso das vendas de casas usadas nos Estados Unidos, que aumentaram pela primeira vez em cinco meses, enquanto os pedidos de auxílio-desemprego acabaram sendo uma surpresa negativa no país.

Na zona do euro, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto apresentou o maior nível em 252 meses. Esse indicador, que engloba os setores industrial e de serviços, subiu de 59,5 em junho para 60,6 em julho, segundo dados preliminares divulgados nesta sexta-feira, 23, pela IHS Markit.

O avanço acima da marca de 50 indica que a atividade do bloco se expande em ritmo mais forte neste mês.

Leia também:   Bolsas globais operam em queda nesta terça-feira após renomeação de Powell; por aqui, PEC dos precatórios segue no radar

Essa expansão da atividade zona do euro em seu ritmo mensal mais rápido ocorreu por conta do afrouxamento de mais restrições em função da Covid-19. Contudo, temores de outra onda de infecções geram preocupações quanto ao impacto ainda mais negativo nas cadeias de suprimentos globais, que fazem com que os preços das matérias-primas sejam elevados.

A Alemanha também apresentou fortes números de atividades, com seu PMI atingindo o nível mais alto, alimentado pela forte demanda, em parte resultante de uma flexibilização das medidas de contenção do vírus.

Do outro lado do mundo, as bolsas asiáticas fecharam de forma mista. As ações de Hong Kong caíram, prejudicadas pelos ativos de empresas de tecnologias, principalmente dada as penalidades de reguladores para a gigante Didi Global, após a sua oferta pública inicial no mês passado.

No Japão, o mercado esteve fechado por conta do feriado do dia dos esportes, que dará início aos jogos olímpicos de Tóquio, iniciando pela primeira vez sem público por conta da pandemia.

Leia também:   Com feriado nos EUA, bolsas europeias operam no campo positivo; dados de inflação e da Petrobras ganham os holofotes por aqui

O petróleo opera em leve alta, enquanto o minério de ferro cai mais uma vez, ainda com a China tentando controlar os preços.

No Brasil, o país chegou ao equivalente de 43,49% da população total vacinada com uma dose. Com a imunização completa, ou seja, as pessoas que receberam duas doses ou dose única, 17,25% dos brasileiros fazem parte desse grupo.

Os investidores ainda continuam atentos às notícias vindas do campo político, articulações e reformas. Na agenda econômica, esta sexta-feira reserva os dados de inflação, com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), que sairá às 9h (horário de Brasília), além da sondagem industrial. 

No exterior, teremos a divulgação de indicadores de atividades nos EUA e os resultados corporativos referentes ao segundo trimestre.

Foto: Unsplash

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.

Não vá ainda...
Olha só o que tá rolando!

Popup Banner Black Week 3 1