Lucro da Itaúsa cai 75,4% no 2º trimestre

Itaúsa - Reprodução

A Itaúsa, holding que controla o Itaú Unibanco e as empresas Duratex e Alpargatas, registrou um lucro líquido atribuível aos acionistas de R$ 598 milhões, um recuo de 75,4% frente ao mesmo período do ano passado, quando reportou R$ 2,4 bilhões. Já a receita caiu 8,5% na mesma base comparativa, para R$ 1 bilhão.

Segundo a companhia, o desempenho trimestral foi influenciado pela pandemia de covid-19, com as empresas investidas do portfólio experimentando os efeitos em suas operações, como no caso do Itaú que aumentou sua provisão para perdas com operações de crédito.

Contudo, mesmo excluindo os efeitos citados, o lucro recorrente da Itaúsa foi de R$ 1,43 bilhão, o que representa uma queda de 40,7% em relação ao segundo trimestre de 2019.

Dessa forma, o resultado recorrente proveniente das empresas investidas foi de R$ 1,4 bilhão entre abril e junho deste ano, cifra 42,6% menor no comparativo anual.

Já o resultado de equivalência patrimonial recuou de R$ 2,4 bilhões para R$ 628 milhões. De acordo com a Itaúsa, a linha foi afetada por eventos não recorrentes, com efeitos negativo de R$ 781 milhões.

Veja mais detalhes!

Pelo TradeMap Premium é possível analisar os dados financeiros e de mercado de qualquer companhia listada na bolsa de valores (incluindo ativos americanos).

Clique aqui e conheça nossos planos!

Foto: Itaúsa/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp