Itaú e Bradesco seguem corte do Copom em suas linhas de crédito

Itaú Unibanco, foto de Pilar Olivares - Reuters

O Itaú e Bradesco anunciaram ontem, 18, que vão repassar o corte de 0,50% feito pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central na taxa básica de juros, para 3,75% ao ano – o menor nível histórico.

O banco Itaú afirmou que os cortes serão feitos nas linhas de empréstimo pessoal, para as pessoas físicas, e de capital de giro, no caso das empresas. Segundo a companhia, as novas taxas passam a valer a partir da próxima segunda-feira, 23.

“A decisão anunciada pelo Copom contribui para amenizar os efeitos econômicos da crise provocada pelo avanço da COVID-19. Nesse contexto, não poderíamos seguir outro caminho senão o de repassar integralmente a redução da Selic. Seguimos trabalhando para que nossos clientes, sejam pessoas físicas ou empresas, sintam-se apoiados neste momento desafiador”, disse Márcio Schettini, diretor geral de Varejo do Itaú.

Enquanto isso, o Bradesco disse que vai reduzir as taxas nas principais linhas de crédito, seguindo a decisão do Copom. As mudanças ocorrem também no próximo dia 23.

Foto: Pilar Olivares/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp