IPCA-15 sobe 0,81% em novembro, mostra IBGE

a leitura do IPCA-15 de novembro veio acima da projeção feita por economistas consultados pela Bloomberg, que esperavam crescimento de 0,72% na base mensal

IPCA-15 fica em 0,02% em março, foto de elluisx - Pixabay

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) subiu 0,81% em novembro no comparativo mensal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 24. Esse foi o maior índice para o mês desde 2015, quando havia reportado alta de 0,85%.

Dessa forma, a leitura do IPCA-15 de novembro veio acima da projeção feita por economistas consultados pela Bloomberg, que esperavam crescimento de 0,72% na base mensal.

A taxa de novembro é 0,13 ponto percentual abaixo da registrada em outubro, de 0,94%. No ano, o indicador acumula alta de 3,13%. Já no apanhado dos últimos 12 meses, o acúmulo é de 4,22%. Em novembro de 2019, o IPCA-15 havia apresentado expansão de 0,14%.

Além do grupo de Alimentação e bebidas, que teve alta de 2,16%, todos os demais subiram: Transportes (1%), Artigos de residência (1,40%), Habitação (0,34%) e Vestuário (0,96%), além de Saúde e Cuidados Pessoas (0,04%), Despesas Pessoais (0,14%), Comunicação (0,06%) e Educação (0,01%).

Foto: Pixabay

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!