Instituto Butantan solicita oficialmente à Anvisa o uso emergencial da vacina

Grupos prioritários, como profissionais de saúde e idosos, serão os primeiros a receber a vacina

Coronavac Governo de SP

O Instituto Butantan protocolou na manhã desta sexta-feira, 8, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de autorização para o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 (CoronaVac), desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Segundo informações do jornal Valor Econômico, com o pedido oficialmente feito à entidade fiscal, começa a valer o prazo de dez dias para a Anvisa analisar e se manifestar sobre a solicitação. Contudo, a expectativa é de que a eventual liberação seja feita em menos tempo.

Grupos prioritários, como profissionais de saúde e idosos, serão os primeiros a receber a vacina. Somente o registro definitivo, que ainda não foi solicitado, é que permite a aplicação em massa para toda população.

Os resultados dos testes da vacina, apresentados ontem pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), apresentam eficácia de 78%.

Ibovespa

O mercado brasileiro reagiu positivamente à notícia. Por volta das 10h25, o principal índice da B3, o Ibovespa, subia 0,80% e chegava à casa dos 123 mil pontos pela primeira vez na história.

Para acompanhar a cotação do índice e de outros ativos em tempo real, baixe o aplicativo ou acesse o TradeMap Web.

Foto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!