Inflação medida pelo IPCA sobe 0,64% em setembro, informa IBGE

IPCA de janeiro fica em 0,21%, diz IBGE - foto de Reinaldo Canato - VEJA

 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,64% em setembro ante o mês de agosto, mostrou nesta sexta-feira, 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o órgão, esse é o maior resultado para o mês de setembro desde 2003, quando reportou expansão de 0,78% no período.

No ano, o indicador acumula alta de 1,34% e, em doze meses, de 3,14%, acima dos 2,44 pontos percentuais observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2019, a variação havia sido de -0,04%, aponta o instituto.

Para os economistas consultados pela Bloomberg, o IPCA de setembro teria um avanço de 0,54% na comparação mensal e alta de 3,04% no comparativo anual. Ambos os números ficaram acima das projeções.

A maior variação (2,28%) e o maior impacto (0,46 p.p.) no índice do mês vieram do grupo alimentação e bebidas, que acelerou em relação a agosto (0,78%). Houve altas em outros seis grupos, com destaque para artigos de residência (1,00%), transportes (0,70%) e habitação (0,37%).

O grupo vestuário, após quatro meses em queda, também apresentou alta (0,37%) contribuindo com 0,02 p.p. para o resultado de setembro.

No lado das quedas, o destaque foi saúde e cuidados pessoais (-0,64%), com impacto de -0,09 p.p. Os demais grupos ficaram entre o recuo de 0,09% em educação e a alta de 0,15% em comunicação.

Para ler o documento do IBGE na íntegra, clique aqui.

Foto: Reinaldo Canato/VEJA

 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp