Inflação aos produtores nos EUA acelerou em maio, para 0,8%

Divulgação dos dados acontece em primeiro dia da reunião do Fomc sobre a política monetária do país.

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O índice de preços ao produtor (PPI) dos EUA aumentou 0,8% em maio, na comparação mensal, após um ganho de 0,6% em abril, de acordo com dados do Departamento do Trabalho nesta terça-feira, 15. 

Excluindo os componentes voláteis de alimentos e energia, o chamado núcleo do PPI subiu 0,7% no período. A previsão dos economistas consultados pela Bloomberg era de um ganho de 0,5% na comparação mensal e para o núcleo. 





Com isso, em 12 meses o PPI subiu para um ganho de 6,6% em maio, o maior valor desde 2010. Em abril este indicador estava em 6,2%. Já o núcleo acumula alta de 5,3% em um ano. 

Os dados de inflação ao consumidor divulgados na semana passada indicam que as empresas estão repassando com sucesso pelo menos parte do fardo destes custos mais elevados para os consumidores. 

O índice de preços ao consumidor avançou mais do que o esperado pelo terceiro mês consecutivo em maio, prolongando o acúmulo de inflação de um mês.

Leia também: Inflação nos EUA sobe 0,6% em maio e fica acima do esperado

Funcionários do Federal Reserve afirmam que a pressão de alta sobre os preços provavelmente será temporária, mas investidores temem que os ganhos recentes de preços levem a uma recuperação mais sustentada da inflação.

Hoje é o primeiro dia da reunião do Fomc sobre o futuro da política monetária do país, amanhã será divulgada a conclusão do comitê sobre o assunto. Espera-se que não haja mudanças em relação às taxas de juros, porém, a compra de ativos pelo banco central pode diminuir, como indicado na última ata.





Leia também:   Para Powell, política monetária deve funcionar se a inflação cair em 6 meses

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp