Ibovespa aos 126k, risco político, temporada de balanços corporativos no exterior e o que influencia o mercado hoje

A temporada de balanços corporativos na Bolsa de Valores terminou. Está atrasado com alguma leitura?
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Impulsionado pelo mercado externo, o Ibovespa, principal indicador da bolsa brasileira (B3), finalizou a quinta-feira, 22, em leve alta de 0,17%, aos 126.146,66 pontos, com um volume financeiro de R$ 14,91 bilhões. 

Apesar do resultado positivo, as preocupações em torno da política interna ainda estão pesando sobre os investidores.  

A percepção do risco político aumenta no Brasil, principalmente devido às mudanças ministeriais que estão agendadas para serem anunciadas na próxima segunda-feira, 26, pelo governo.  

Além disso, o mercado segue questionando a agenda de reformas, com as dúvidas sobre as eleições de 2022 e o voto impresso trazendo maior volatilidade ao pregão de ontem. 

Lá fora, a divulgação dos novos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA veio pior do que o esperado.  

O número de pedidos teve alta de 51 mil na semana encerrada em 17 de julho, a 419 mil, segundo dados com ajustes sazonais publicados pelo Departamento do Trabalho americano. 

Ainda nos EUA, a divulgação de resultados corporativos referentes ao segundo trimestre de 2021 tem sido, em geral, melhor do que a expectativa do mercado. 

Em Wall Street, o índice Dow Jones avançou 0,07%, a 34.823 pontos.  

S&P 500 subiu 0,2%, a 4.367 pontos. Já o indicador de tecnologia Nasdaq cresceu 0,36%, a 14.684 pontos. 

dólar comercial aumentou 0,43%, encerrando o dia a 5,2123 reais na venda. 

Enquanto isso, na Europa, o Banco Central Europeu (BCE) manteve a taxa básica de juros, sinalizando que as compras de ativos poderão se estender para além de março de 2022. 

Além disso, o BCE ajustou o forward guidance para refletir a nova meta de inflação a 2% no médio prazo.  

Agenda Econômica 

Para esta sexta-feira, a agenda econômica reserva os dados de inflação, com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), saindo às 9h00 (horário de Brasília), além da sondagem industrial.  

No exterior, teremos a divulgação de indicadores de atividades nos EUA, Alemanha e Zona do Euro.  

Além disso, haverá a divulgação dos resultados corporativos das empresas americanas. 

 Foto: iStock

Leia também:   Mercado externo amarga humor após agravamento da Covid na Europa

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.

Não vá ainda...
Olha só o que tá rolando!

Popup Banner Black Week 3 1