Governo corta previsão de alta do PIB de 2,1% para 0,2% em 2020

Bandeira do Brasil, foto de Reuters

O governo federal reduziu a estimava do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,1% para 0,2% para este ano por conta dos efeitos da pandemia no novo coronavírus. O número foi divulgado nesta sexta-feira, 20, pelo Ministério da Economia por meio do relatório de receitas e despesas do orçamento de 2020.

→ Leia também: ONU aponta uma possível recessão global

Na semana passada, o Ministério da Economia já havia cortado a projeção de alta para a economia brasileira, passando de 2,4% para 2,1%.

De acordo com o relatório, a nova revisão da estimativa foi motivada pelo efeito da pandemia do coronavírus no nível de atividade econômica.

O relatório Focus do Banco Central divulgado na última segunda-feira, 16, aponta que o mercado estimou uma alta de 1,68% para o PIB deste ano.

Em linha com a redução da previsão do PIB, o Comitê de Política Monetária (Copom) cortou a taxa básica de juros em 0,50%, passando de 4,25% para 3,75% ao ano. Assim como outros bancos centrais, a Selic acompanhou a tendência do mercado global.

Foto: Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!