General Motors pode aceitar bitcoin como forma de pagamento

Segundo a CEO, a empresa estaria disposta a aceitar a criptomoeda se houvesse uma solicitação direta do mercado

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A General Motors (GM) não descartou a possibilidade de aceitar bitcoin como forma de pagamento por seus carros elétricos, de acordo com a entrevista dada pela CEO da companhia, Mary Barra à CNBC nesta quarta-feira, 16. 

A GM declarou que a empresa estaria disposta a aceitá-lo se houvesse uma solicitação direta do mercado ou de uma parcela significativa de seus clientes. 





“Não há nada que nos impeça de fazer isso. Nós seremos guiados pelos nossos clientes”, disse Barra. “Certamente, queremos tornar toda a experiência de compra e propriedade o mais fácil possível.” 

A afirmação mostrou uma mudança no discurso da representante, que, após o anúncio em fevereiro deste ano de que a Tesla aceitaria a moeda digital, afirmou que a companhia não possuía planos de investir na criptomoeda. 

Por outro lado, em maio, Elon Musk, CEO da Tesla, comunicou que a empresa decidiu parar de aceitar o criptoativo nas vendas por conta de seus impactos ambientais  

Entretanto, no dia 14 deste mês, a montadora afirmou que futuramente pode retomar as transações com o ativo assim que exista a confirmação de uso razoável de energia limpa pelas mineradoras. 

Foto: General Motors/Divulgação

Leia também:   Bolsas mundiais sinalizam alta, à espera da Ata do Fomc, nos EUA

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp