FMI diz que recuperação econômica completa é improvável para o próximo ano

FMI, foto de Yuri Gripas - Reuters

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, apontou que a economia global levará muito mais tempo para se recuperar completamente dos impactos financeiros causados pela pandemia do novo coronavírus do que o inicialmente esperado.

→ Leia também: FMI diz que recuperação do Brasil deve ter ritmo menor do que países vizinhos após pandemia

Ela também avisou que o FMI deve rever para baixo sua previsão de uma retração de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, com apenas uma recuperação parcial projetada para 2021, em vez de alta de 5,8% como previsto inicialmente.

Georgieva disse à Reuters que os dados de todo mundo vieram piores do que o fundo esperava. “Obviamente, isso significa que levaremos muito mais tempo para ter uma recuperação completa dessa crise”, afirmou.

Vale lembrar que, em abril, o FMI levantou que as medidas de isolamento social, com fechamentos de fábricas e comércios, levariam o mundo a uma recessão mais grave do que a Grande Depressão do anos 1930.

Foto: Yuri Gripas/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!