Expectativa para Selic no fim de 2021 volta a subir, aponta Boletim Focus

Para 2022, o mercado manteve a expectativa de 5,50% ao ano para a taxa básica de juros do país

Juros Pixabay
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A previsão para a taxa básica de juros do Brasil, a Selic, para 2021 subiu de 4% para 4,50% ao ano, após manutenção na semana anterior. Para 2022, o mercado manteve a expectativa de 5,50%.

Essa previsão faz parte do Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira, 15, pelo Banco Central e que traz os panoramas gerais do mercado sobre os principais indicadores econômicos do país.



Vale ressaltar que, desde 2015, quando avançou ao nível de 14,25% ao ano, a Selic não sobe. Os juros caíram de 2016 até agosto do ano passado, chegando aos 2% ao ano, o menor patamar histórico.

Por outro lado, devido à alta da inflação, o mercado prevê que a Selic volte a subir. A partir de amanhã, 16, o Comitê de Política Monetária (Copom) começará a reunião de dois dias para decidir o futuro da taxa. A decisão será anunciada na quarta-feira, após fechamento do mercado.

Leia também:   NotreDame Intermédica conclui compra do Hospital Santa Martha por R$ 160 milhões

Enquanto isso, a projeção da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2021 avançou de 3,98% para 4,60%, sendo a 10ª alta semanal seguida. Para o próximo ano, a expectativa foi mantida em 3,50%.



A meta de inflação a ser perseguida pela BC é de 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022, sempre com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Já a previsão do mercado para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano caiu de 3,26% para 3,23%. Em 2022, a projeção é de que a economia brasileira cresça 2,39%, uma queda de 0,09 ponto percentual frente à expectativa da semana anterior.

Leia também:   Ibovespa sobe 1,29% na 6ª feira e volta aos 114 mil pontos; resultados corporativos nos EUA estão no radar

O dólar também sofreu ajuste nesta semana. A previsão é de o câmbio encerre 2021 a R$ 5,30, valor acima dos R$ 5,15 da projeção da semana anterior. Em 2022, a moeda norte-americana deve ser finalizada a R$ 5,20.

Foto: Pixabay

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais