Demanda por petróleo pode levar alguns anos, diz AIE

Petróleo, foto de Reuters

A demanda mundial por petróleo deve se recuperar no ano que vem, conforme os países emergirem da pandemia do novo coronavírus. Contudo, a volta aos níveis pré-crise pode levar pelo menos dois anos, afirmou nesta terça-feira, 16, a Agência Internacional de Energia (AIE).

Em 2021, o uso global de combustíveis deve ficar 2,5% abaixo dos níveis de 2019, em grande parte por causa da “terrível situação do setor de aviação”, disse a AIE em seu relatório.

Por outro lado, o relatório da agência mostra que o primeiro semestre de 2020 deve terminar com uma perspectiva mais otimista. Isso porque as perdas de demanda durante o isolamento social para conter o avanço da covid-19 não foram tão graves quanto o esperado pelo mercado.

Segundo a agência Bloomberg, os cortes na produção de petróleo efetuados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (Opep+) e paralisações nos Estados Unidos devem levar o mercado a um déficit em 2021.

A AIE aumentou a estimativa para a demanda no segundo trimestre em 2,1 milhões de barris por dia. Para Fatih Birol, diretor-executivo da agência, as mudanças no estilo de vida, como trabalhar remotamente, não vão provocar um nivelamento em longo prazo no uso de combustível.

Foto: Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp