Bolsas mundiais operam mistas nesta quarta-feira

Investidores ainda aguardam posicionamento do Fed e acompanham resultados das empresas.

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Bolsas asiáticas fecharam, em sua maioria, em alta nesta quarta-feira, 28, após a divulgação de dados econômicos mais positivos nos países orientais. Somente o índice Kospi, na Coréia do Sul, fechou em queda de 1,06%.

As vendas no setor de varejo japonês subiram 5,2% em março, em comparação com o mesmo período do ano anterior, ficando acima da mediana das expectativas.





As bolsas europeias abriram em tímida alta e os futuros americanos vem com sinais mistos. Os investidores aguardam a divulgação da decisão do Fed, banco central dos Estados Unidos, sobre a taxa de juros, que acontecerá às 14h. 

A expectativa é de que o Fed não altere a taxa, e mantenha a defesa da recuperação econômica do país, mesmo que leve a uma alta temporária da inflação. Além da divulgação da taxa, o presidente da instituição, Jerome Powell, falará à imprensa às 15h00.

Leia também:   B3 cancela negociações do Banco Modal e mantém somente unit

O mercado também continua de olho nos resultados corporativos, que, em sua maioria, estão vindo positivos. Hoje terá a divulgação da Apple, Facebook, eBay, Boeing e Ford.

No mais, o presidente americano, Joe Biden, discursará no Senado para tentar emplacar o seu pacote de investimentos. Ele deve revelar seu plano de gastos e créditos fiscais no valor de US$ 1,8 trilhão, destinado a ajudar famílias, com a elevação do imposto de renda para os mais ricos e o imposto sobre os ganhos de capital.

Cenário brasileiro 

No Brasil, as atenções continuam voltadas às tensões políticas, problemas sanitários com a pandemia e as divulgações dos resultados das empresas.





Na ala política, o presidente Jair Bolsonaro assinou as duas Medidas Provisórias (MPs) que incluem novas rodadas ao programa que permite redução de jornada e salários ou suspensão de contratos. Ambas as MPs devem ser publicadas na edição do Diário Oficial da União (DOU) de hoje.

Leia também:   Futuros americanos e bolsas europeias começam a semana com altas

Enquanto isso, na crise sanitária, oito estados tiveram que suspender a 2ª dose da Coronavac por falta das vacinas. A justificativa dada foi problemas na entrega.

Por fim, na agenda econômica, esta quarta-feira reserva a divulgação da sondagem do consumidor e dos dados do Registro do Caged mensal. Nos resultados das empresas, teremos a divulgação do Santander e da Weg antes da abertura, e das CSN, Log, Multiplan, Odontoprev e CSN Mineração após o fechamento do mercado.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp