Bolsas internacionais seguem com viés de alta nesta sexta-feira

No mercado brasileiro, hoje tem vencimento de opções no fechamento do pregão.

Bolsa de Valores, foto de Getty Images
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Futuros americanos amanhecem em alta nesta sexta-feira, 21, continuando um ciclo positivo iniciado no fechamento de ontem, após uma sequência de três dias de queda. O impulso veio da queda no número de pedidos de auxílio desemprego dos Estados Unidos, divulgados ontem. 

Os subsídios foram para 444 mil pedidos na semana encerrada em 15 de maio, uma diminuição de 34 mil solicitações. Isso ameniza, em partes, a apreensão levantada pelo relatório sobre emprego relativo a abril, que veio abaixo do esperado um milhão de novos postos de trabalho, sendo criados apenas 266 mil.

Apesar do resultado positivo de quinta-feira, o índice Dow acumula queda de 0,9% na semana, que pode ser sua quarta consecutiva em território negativo. O S&P acumula queda de 0,4%, que pode ser a segunda consecutiva com resultado negativo. O Nasdaq tem alta de 0,8% no balanço semanal, e pode romper uma sequência de quatro semanas de recuo.

Leia também:   Ações de mercados desenvolvidos subiram muito e estão caras? Não para o Santander

Enquanto isso, as bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta e as bolsas europeias abriram no positivo também. Na Europa, o ritmo de festa vem após a divulgação de dados da atividade econômica mostrarem aceleração na Zona do Euro e no Reino Unido em maio.

O índice do gerente de compras (PMI Composto) subiu para 56,9 ante os 53,8 em abril, enquanto as vendas no varejo no Reino Unido subiram 9,2% no mesmo mês, o dobro da projeção média de economistas ouvidos pela Reuters. 

Do lado das commodities, o petróleo teve alta novamente, com a perspectiva de uma oferta maior pelo óleo iraniano enquanto o país se vê às voltas com seu acordo nuclear. Já o minério de ferro cai com a China tentando intervir em seu preço.

Leia também:   Ações de telecom sobem após STF formar maioria em prol de ICMS menor para setor

Cenário Interno 

No Brasil, os desdobramentos da CPI da Covid-19 continuam no radar dos investidores. O governo do Amazonas afirmou ontem, que nunca recusou “qualquer tipo de ajuda relacionada às ações de enfrentamento ao coronavírus”, após o ex-ministro Eduardo Pazuello, declarar aos senadores que o governo federal desistiu de intervir no Amazonas porque ouviu do governador do estado, Wilson Lima, que não havia necessidade.

O relator da CPI, senador Renan Calheiros, afirmou que diante da contradição vai propor uma acareação entre Pazuello e Lima.

Também no campo político, o mercado acompanha o desenrolar da MP que investiga questões de esquema de corrupção ligadas à exportação ilegal de madeira, envolvendo o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Hoje ainda tem vencimento de opções no fechamento do mercado.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.