Bolsas externas sinalizam dia de alta; mercado aguarda por ata do Fomc e indícios sobre política monetária dos EUA

No Brasil, a votação da reforma do Imposto de Renda no plenário da Câmara foi adiada mais uma vez, dado o grande impasse entre os deputados com as incertezas quanto às arrecadações do governo

Mundo Pixabay
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Nesta quarta-feira, 18, as bolsas internacionais sinalizam dia de leve alta. No continente asiático, os mercados fecharam no campo positivo, após registrarem queda na véspera, com os investidores atentos à ata do Fomc (Comitê Federal de Mercado Aberto, em português), que pode apontar alguns indícios sobre os planos do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) para reduzir os estímulos monetários à economia norte-americana.

Enquanto isso, as bolsas europeias e os futuros americanos operam próximos da estabilidade, com o mercado também à espera por mais sinais sobre a política monetária dos Estados Unidos. Os investidores permanecem atentos ao aumento dos casos de contaminados pela nova variante da Covid-19 (delta), podendo afetar o crescimento econômico.



Leia também:   Mercado global sinaliza dia de alta; por aqui, investidores esperam por divulgação do IBC-Br

Na zona do euro foi divulgado o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) com alta de 2,2% em julho ante igual mês do ano passado, acelerando frente ao acréscimo anual de 1,9% observado em junho – número revisado pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado veio em linha com as expectativas do mercado.

Em relação às commodities, o preço do petróleo apresenta leve alta, enquanto o preço do minério de ferro cai forte, ainda pressionado com as interversões chinesas.

No Brasil, a votação da  reforma do Imposto de Renda no plenário da Câmara foi adiada mais uma vez, dado o grande impasse entre os deputados com as incertezas quanto às arrecadações do governo.



Leia também:   Plano&Plano: vendas líquidas contratadas crescem 73% em nove meses, para R$ 1 bilhão

Como a agenda econômica está vazia por aqui, os investidores devem acompanhar a rodada de reunião trimestral dos diretores do Banco Central com economistas, com a inflação no topo das preocupações. Além das atenções ainda voltadas ao noticiário político.

Contudo, lá fora teremos as divulgações das novas construções residenciais nos EUA, além dos estoques de petróleo e da ata do Fomc.

Foto: Pixabay

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais