Banco Central suspende pagamentos via WhatsApp

WhatsApp, foto de Dado Ruvic/Reuters

Após uma semana de lançamento no Brasil, o serviço de pagamentos online via WhatsApp foi suspenso ontem por decisão do Banco Central, que alega que a realização de transações sem a supervisão adequada do regulador pode causar “danos irreparáveis” ao Sistema de Pagamentos Brasileiro.

O presidente do BC, Roberto Campos Neto, fará uma reunião virtual nesta quarta-feira, 24, com os executivos do Facebook e do WhatsApp, destaca o jornal Valor Econômico.

Vale ressaltar que o Brasil é o primeiro país a receber a tentativa de serviço de pagamentos do aplicativo de mensagens. Desde o dia 15, estavam sendo feitas transações pela nova plataforma, com a participação da credenciadora Cielo e dos emissores de cartões Banco do Brasil, Nubank e Sicredi, além das bandeiras Visa e Mastercard.

A decisão da autarquia monetária agradou os concorrentes, uma vez que pediam ao BC a supervisão do regulador para a operação e também levantavam a bandeira de que ela poderia ser considerada anticompetitiva. Em contrapartida, causou indignação aos participantes do serviço, por conta da interferência e desincentivo à inovação, diz o Valor.

“A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato”, disse a autarquia.

Foto: Dado Ruvic/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp