Azul vai emitir US$ 600 mi em dívidas senior no exterior

De acordo com a empresa, o dinheiro será destinado a "fins corporativos"

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A Azul (AZUL4) comunicou ao mercado na noite de quinta-feira, 10, que fará uma oferta no exterior de US$ 600 milhões em dívidas senior, com vencimento em 2026 e uma remuneração de 7,25% ao ano.  

De acordo com fato relevante, a missão ocorrerá na próxima terça-feira, dia 15 de junho, por meio da sua subsidiária Azul Investments. 





A operação ocorre em meio aos rumores de que a Azul pretende adquirir as operações da Latam no Brasil. Mas, até agora, quem saiu na frente foi a GOL (GOLL4), com a compra da MAP, a quinta maior companhia aérea do país. 

Leia também: Gol compra a quinta principal aérea do Brasil, por R$ 28 milhões

No documento liberado para o mercado, a empresa não explica o motivo de emitir quase R$ 3 bilhões em dívidas, se limita a dizer que são para “fins corporativos” e reforça que a posição é no exterior. 

“As Notes não foram, e não serão, registradas na Comissão de Valores Mobiliários. (…) As Notes não podem ser oferecidas ou vendidas no Brasil, exceto em circunstâncias que não constituam uma oferta pública ou distribuição de acordo com as leis e regulamentos brasileiros”, diz documento.

Leia também:   BBM Logística cancela IPO pela segunda vez

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp