Banco Central e Febraban assinam acordo para mutirão de renegociação de dívida

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil

O Banco Central e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) assinaram nesta quinta-feira, 21, um acordo que prevê um mutirão de renegociação de dívidas em agências bancárias de todas as capitais do Brasil.

Segundo o presidente da Febraban, Murilo Portugal, as agências bancárias ficarão abertas até às 20h entre os dias 2 e 6 de dezembro e, ao todo, 261 vão participar do mutirão. O dirigente da federação ainda disse que os clientes terão acesso a orientações de educação financeira.

“O ACT (Acordo de Cooperação Técnica) será executado por meio de um plano de trabalho que inclui, inicialmente, a realização de mutirões setoriais de educação financeira; a implementação de uma plataforma para ações de educação financeira; a promoção de um concurso nacional voltado ao desenvolvimento de iniciativas sobre o tema; e o fomento a ações do setor bancário durante a Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF)”, informou o Banco Central em nota.

O presidente do BC, Roberto Campos Neto, ressaltou que o conjunto de ações pode atingir 144 milhões de brasileiros com relacionamento bancário.

“O Banco Central acredita que a educação financeira coloca o brasileiro em melhor posição para tomar decisões conscientes e bem informadas quanto à sua vida financeira”, disse Campos Neto.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp